COMO FUNCIONA E COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO


como investir no tesouro direto 

com certeza você deve saber da existência do tesouro direto, sabe que ele é uma opção de investimento bem melhor do que a poupança. Sabe que você pode começar a investir com apenas R$ 30,00.

Mas eu tenho certeza que você tem a seguinte dúvida:

“Como investir no tesouro direto”.

Acredite, essa dúvida é mais comum do que você imagina, e muitos (como eu), acabou tendo essa dúvida e sem saber por onde seguir e como começar a investir no tesouro.

Eu quero então te mostrar exatamente como investir no tesouro direto, mas, preciso que você fique comigo até o final do artigo, beleza?

PRIMEIRO DE TUDO, COMO FUNCIONA O TESOURO DIRETO?

O tesouro direto é feito para que o investidor compre os títulos públicos emitidos pelo governo.

O governo assume dívidas públicas, por possuir gastos com saúde, educação, segurança, etc. E por esse motivo, é preciso financiar uma forma para pagar essas dívidas.

E além de cobrar impostos para pagar essas dívidas, o governo usa uma forma de financiar o pagamento desses gastos, que é: vendendo títulos públicos.

Funciona assim: 

  • Você compra o título (“empresta” o dinheiro para o governo);
  • O governo promete te devolver esse dinheiro em um determinado prazo + as taxas de juros;
  • Exemplo: se eu emprestar R$ 5.000,00 ao governo a uma taxa de 12% ao ano, com vencimento para o ano seguinte, o governo vai me devolver R$ 5.600,00.

TIPOS DE TÍTULOS

Temos basicamente 2 categorias de títulos públicos: os pré-fixados e os pós-fixados.

  • Pré-fixados: O investidor sabe exatamente qual será a sua rentabilização no momento em que aplica o seu dinheiro;
  • Pós-fixados: Neste caso, o investidor recebe a remuneração de acordo com um indexador que mede a inflação. Desta forma os juros são reajustados de acordo com a inflação.

LIQUIDEZ? 

Uma dúvida bem comum para muitos que estão no meio do investimento é: “Em investimento, o que é liquidez?” 

Liquidez, basicamente é a facilidade em que você converte um ativo em dinheiro.

Os ativos são medidos de baixa liquidez para alta liquidez. Ou seja, quanto mais rápido for essa conversão do ativo, mais alta será a liquidez dele.

COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO?

Agora o ponto mais esperado do artigo: Como investir no tesouro direto? É isso que eu vou falar neste tópico.

#1 FAÇA O SEU CADASTRO

Primeiro de tudo, você precisa fazer o seu cadastro no tesouro direto ou ter uma conta em uma corretora que trabalhe com esses títulos.

Algumas corretoras que você pode conferir:

Lembre-se de analisar as taxas de administração!

#2 DESCUBRA O SEU PERFIL DE INVESTIMENTO

Você precisa saber antes de tudo qual o seu perfil de investimento, pois isso, vai influenciar exatamente em qual título você vai escolher.

Você deve pensar primeira na rentabilidade do título que vai comprar. Você pode:

  1. Preferir saber quanto vai receber apenas no dia do vencimento do título;
  1. Ou querer que o título renda mais do que a inflação;
  1. Ou ter uma rentabilidade básica da economia.

Você pode consultar esse link que possui um questionário para saber qual o seu perfil de investimento.

#3 COMECE A INVESTIR

De acordo com o seu perfil, um título vai ser sugerido para você pelo tesouro direto, e aí, você vai poder começar a investir.

Entre os títulos, você pode analisar e escolher qual o melhor para a sua situação entre:

  • Tesouro SELIC: Um investimento pós-fixado e muito indicado para investimento à curto prazo. Possui um rendimento diário, então você pode vender seu título a qualquer momento sem perder juros, ou mesmo perder dinheiro;
  • Tesouro IPCA+ com juros semestrais: É um título pós-fixado indexado a inflação. Significando que é atualizado pelo IPCA (Índice de inflação utilizado pelo governo);
  • Tesouro Pré-fixado: Um título pré-fixado que você vai saber exatamente a rentabilidade (se esperar até o vencimento) no momento da aquisição;

O mais incrível do tesouro direto, é que você não precisa de um grande investimento para começar.

Pra você ter uma ideia, você pode escolher um dos títulos acima e começar investindo com apenas R$ 30.

#4 ACOMPANHE OS RESULTADOS

É importante que você acompanhe os resultados com a corretora ou no site do tesouro direto, para saber como vão os seus rendimentos.

Mas não fique olhando todos os dias, afinal, dependendo do título e vencimento que você escolha, pode ser não muito satisfatório.

Algumas regras de ouro:

  • Não seja um especulador à curto prazo;
  • Não fuja do seu planejamento inicial. Ou seja, se você comprou títulos com vencimento para X anos, faça-o até o final;

RISCOS 

Existem 2 riscos no tesouro direto:

  • Risco de crédito: Esse é um risco praticamente nulo que seria, basicamente se o banco dar o “calote” e não devolver o dinheiro. Muitos tem medo disso por envolver o governo, mas, o que deve ser levado em consideração é que: se esse “calote” acontecer, toda a economia do país entrará em ruínas, e ninguém quer que
  • Risco de mercado: Existem títulos indicados a curto ou a longo prazo. Se você, por exemplo, comprar um título com um prazo maior e, precisar vender esse título antes do vencimento, poderá estar perdendo dinheiro. Você deve estar atento, pois os valores do título oscilam diariamente.


Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login

fazer o logon
Don't have an account?
cadastro

refazer senha

infograna

Back to
Login

cadastro

site

Back to
Login